Confiança – a lição do varal

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Confiança

Restaurar a confiança não só é possível como pode até contribuir para o melhoramento de um relacionamento, ao contrário do que apregoam os mercadores do caos, senão vejamos o exemplo do varal.

Há uns dias atrás comprei finalmente um varal para secar a minha roupa.

Quando o vi, fiquei na dúvida, porque no momento só tinham um tamanho e antes eu tinha visto que havia dois,  além disso, o preço era diferente do que tinha visto uns dias antes.

O varal era também diferente de outro que tinha visto numa outra loja.

Mesmo em dúvida, comprei o varal e levei-o para casa, satisfeito pela aquisição.

Coloquei a roupa a lavar e feliz da vida, no final montei o varal, abri a porta e coloquei-o na varanda. O dia estava ensolarado, pendurei toda a roupa e voltei para dentro de casa, continuando o que tinha a fazer, seguro de que a roupa estava bem encaminhada para secar.

Dali por uns minutos ouvi um barulho, fui à varanda  e qual não é o meu espanto, estava o varal no chão, junto com a roupa, a qual se sujou em algumas partes.

Na minha cabeça passou o filme da compra do varal, talvez não fosse o maior, talvez tivesse acabado por pagar mais do que queria, etc. etc. Afinal não tinha ficado certo de ter comprado o varal que queria. Não podia confiar no varal!!!

Entretanto levantei-o recoloquei a roupa, passei alguma por água, para retirar as manchas e voltei ao que estava a fazer, depois de ainda ter descarregada alguma irritação que o evento me causou.

Passado mais alguns minutos, estava eu estudando quando de repente ouço um som estranho.  Voltei à varanda. Roupa caída no chão, alguma suja de novo e, o varal rebentado, partido!

O vento era bastante e o varal não aguentou…. Que fazer…? Na minha cabeça de novo o filme do dinheiro mal gasto, de não poder confiar no varal, irritação subiu e ali eu percebi que não estava a fluir com o que estava a acontecer… Não adiantava chatear-me, apenas tinha que resolver a situação, mas como …..?

Olhei para as peças, peguei nelas e coloquei-as em cima  de uma mesa. Encostei os restos do varal numa parede e espalhei a roupa pela casa para que secasse….

Não devia ter comprado o varal, não tendo a certeza da sua qualidade! Não dava para confiar naquele varal, no fabricante, na loja que vende!!! Era demais, não era possível que um varal novo, mesmo com algum vento tivesse aquele comportamento…..

Abandonei estes pensamento e segui minha vida.

Os dias foram passando e na quinta feira-pensei:  vou levar o varal aos meus amigos da parte técnica da Infinium para ver o que eles me dizem…. perguntei se me podiam ajudar, disseram que sim e na sexta levei o varal.

Quando mostrei o estrago, disseram-me logo para ficar tranquilo que tudo se iria resolver, que era fácil….

No final do dia, estava o meu varal, pronto para recomeçar a sua vida comigo, melhor do que nunca!

As partes frágeis do sistema tinha sido retiradas e substituídas por uma estrutura mais forte e reforçada! Era o mesmo varal, apenas tinham sido transformadas as suas partes mais frágeis em algo resistente e à prova de choque. Aquilo que era sua fraqueza, era agora sua fortaleza!

Ok! E o que é que isso tem a ver com a confiança e o que é que eu quero dizer com tudo isto….

confiança b

Existe um mito muito grande que é espalhado pelos mercadores do caos, isso mesmo, todos aqueles que são a favor da destruição da família, das rupturas, das desgraças, do negativismo, pessimismo, etc…  Atenção, que muitas vezes são lobos com pele de cordeiro, trabalham em áreas de terapia, psicologia, de ajuda a pessoas etc….

Esse mito é o de que depois de perdida a confiança em algo ou alguém é difícil recuperá-la, que não voltará a ser igual, etc.

Esta última parte é a única que é verdadeira, nada voltará a ser igual! Tudo será melhor!!!

Senão observemos dois ou três aspetos que mostram o que acabo de dizer.

Se você for uma pessoa que não tem confiança em você mesmo, isso quer dizer que nunca pode vir a ter?  Você não pode melhorar, não pode recuperar a confiança em você mesmo?  Você não pode padecer dessa doença psicoemocional e se curar, tornando-se numa pessoa melhor, em você mesmo? Então se pode, porque não pode acontecer o mesmo em relação a algo ou a outra pessoa? Porque você não pode voltar a confiar e até com confiança reforçada, no varal, ou noutra pessoa?

Se fosse você mesmo o alvo da não confiança, como você gostaria que os outros o tratassem? Gostaria de ter a oportunidade de melhorar e que fosse retomada a confiança em você? (provavelmente você é daqueles que pensa que nunca faria nada que justificasse a perda da confiança em você e isso é grave, porque ninguém se encontra acima das leis universais  e pode “errar” algum momento. Será que nunca “errou”…?)

O ser humano está aqui para evoluir e ele só evolui através das suas fragilidades, dificuldades, etc.

O que importa e faz a diferença na vida, é a atitude que você toma, perante uma dificuldade. Se você seguir a história do burro que queriam enterrar e que aproveitou a terra que lhe iam deitando em cima, para ir saindo do buraco, calcando-a, subindo assim centímetro a centímetro  até que finalmente saiu do buraco, você não só pode recuperar, como pode até reforçar a confiança em algo ou alguém, pela coragem que esse alguém teve emolhar para si mesmo e evoluir.

Foi o meu caso com o varal, hoje tenho confiança reforçada no meu varal!!!

Você poderá dizer: ah mas isso é diferente porque é uma coisa….

Não faz diferença nenhuma, quando há uma vontade séria na apreciação do outro…. Afinal se for um filho, até somos mais tolerantes mas se for um amigo ou o marido ou a esposa aí fica complicado…. mas são tudo incongruências e falhas de percepção nossas!

O ser humano não evolui de forma linear, evolui através de tentativas e erros. Ninguém nasce com manual de instruções junto.

Uma doença seja ela somatizada no plano físico seja ela psicoemocional ou espiritual, como a falta de confiança é uma oportunidade para evoluirmos!

Qualquer pessoa que cure verdadeiramente uma doença, cura uma parte dela mesma que lhe irá permitir viver mais anos e com melhor qualidade de vida.

Assim um relacionamento, seja com amigo ou com conjugue só pode melhorar através das dificuldades, se houver verdadeira intenção e compromisso de ambas as partes em evoluir, fazendo o que for necessário para tal.

Confiança a

Afinal ninguém nasce ou morre pronto ou perfeito!

O resto que os mercadores do caos espalham por aí é próprio de pessoas frustradas, invejosas, ciumentas, enfim pessoas que ainda não atingiram um nível evolutivo que lhe permita conhecerem-se a si mesmas, suas qualidades e suas limitações e se acham de alguma maneira superiores aos outros!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×